Arquivos do Blog

Ministério Voltados Para TÍ em Estúdio!

 

Voltados Para Tí

Voltados Para Tí

Ministério Voltados Para TÍ em Estúdio!

O Ministério de Louvor Voltados Para Tí entra em estúdios em meados de abril de 2009 já com músicas sendo tocadas em aberturas de eventos e rádio comunitárias no Distrito de Icoaraci e em Belém/PA.

Nascido de um desejo ardente de ver multidões de jovens apaixonados pelo Senhor e somar com os sonhos de Deus, formado por jovens que doaram seus corações para o Senhor e usando os dons que lhe foram emprestados para entoar canções com letras bem ao estilo da juventude mas, ungidas, esse ministério vem chamando a atenção da crítica gospel local pelas excelentes músicas e rítmos Indie, Pop gospel e badalas com jingles em inglês e português.

O Trabalho realizado pela equipe do Voltados, como é conhecido o grupo, visa gravar seus CDs e mandar fabricar seus produtos com a marca Voltados e com  a venda desses poder ajudar diretamente Missionários que estão no campo, na linha frente, às vezes sem apoio direto de sua própria igreja, chegando as vezes a passar necessidades seja moral, espiritual ou financeiros frente as diversas situações de calamidades as vezes na própria região de trabalho, visa também despertar na igreja o desejo de se orar pelos países perseguidos e principalmente os de difícil acesso à cristãos.

” Tem tempo em nossas vidas como cristãos que às vezes, entramos em nossas igrejas, adoramos, choramos, damos nossas ofertas, ceiamos, mas nos vem uma pergunta que até ignoramos na maioria das vezes: O que eu estou fazendo para marcar a minha geração? Qual a minha contribuição como Igreja, como cristão? Será que me importo mesmo com as pessoas que estão morrendo sem Jesus, sem conhecê-Lo? ou Prefiro ir pra frente do meu computador, entrar no meu orkut/myspace/twitter ou MSN e acompanhar de lá o que outros estão fazendo? Será que preciso ficar olhando pro erros do passado e ficar me lembrando deles ao ponto de ficar inerte, sem ações enquanto Deus conta comigo hoje e me faz lembrar que já apagou e pagou toda dívida que era contra mim? Ás vezes, muitas pessoas se prendem nos seus erros já perdoados por que dão ouvidos ao diabo e não progridem, não evoluem, por que o irmão está olhando, a irmã está comentando e assim por diante. Uma coisa eu sei, Deus é juiz e justo. Nada está fora de Seu controle. Tudo julgará conforme as ações dos homens então eu fico com uma palavra do Pregador que diz: “Alegra-te, jovem, na tua juventude, e recreie-se o teu coração nos dias da tua mocidade; anda pelos caminhos que satisfazem ao teu coração e agradam aos teus olhos; sabe, porém, que de todas estas cousas Deus te pedirá contas.
Afasta, pois, do teu coração o desgosto e remove da tua carne a dor, porque a juventude e a primavera da vida são vaidade. Lembra-te do teu criador nos dias da tua mocidade… aí oresto você sabe.” (Eclesiastes 11.9,10; 12.1. ” finaliza o vocalista do   Ministério.
O MVT entoa canções de letras que falam de um amor excessivo e apaixonante mas, também levam o ser humano a pensar em sua real situação sem Cristo, com frases fortes de expressões desafiadoras quanto a vida do Jovem Cristão dentro e fora da Igreja. ” Muitas das canções falam da liberdade que se deve ter em Cristo ao invés de prender-se em religião”, comenta um dos integrantes.

Voltados Worship MinistryO Voltados, como é conhecido é formado atualmente por 5 rapazes e 2 moças além da equipe técnica que é composta por 2 pessoas e administrativo. Temos uma página na internet www.voltados.rg3.net mas, segundo a assessoria de imprensa do Ministério, a nova página www.voltados.com que irá para a rede em Junho de 2009 virá com novidades.

Na HomePage do MVT você pode ouvir canções “demos”, algumas são ou do 1º ou 2º CD ” mas ainda não é possível fazer downloads dentre elas estão:

Livre / Pertenço à Tí / Senhor da minha vida / Até ver mais / Vivo / Espírito Santo / Teach me Your way / Viver pra Tí / Preciso voltar / So free me / Cristo em Mim / Mais alto monte / Rio de cura / Jesus vive! / Climb Your mountain / O Ar que respiro / enche-me de Tí e outras.

Fica aqui um espaço deste colunista que vos fala, vale apena conferir o trabalho dos meninos que além de trabalhar e fazer faculdade, produzem som muito bom e contagiante.

Confira os outros endereços da Banda/Ministério MVT no MySpace:

www.myspace.com/voltadosparati e www.myspace.com/ministeriovoltados

Direto da Redação.

Anúncios

O que estamos fazendo do Altar do Senhor! Socorro!!!

Oséias – 6 – 1 : 3

 

Vinde, e tornemos para o SENHOR, porque ele nos despedaçou e nos sarará; fez a ferida e a ligará. Depois de dois dias, nos revigorará; ao terceiro dia, nos levantará, e viveremos diante dele. Conheçamos e prossigamos em conhecer ao SENHOR; como a alva, a sua vinda é certa; e ele descerá sobre nós como a chuva, como chuva serôdia que rega a terra.

A Palavra do Senhor é sempre muito clara. Ele, em todo o tempo nos orienta a buscá-lo mais, conhecê-lo mais, e crecermos espiritualmente. O apóstolo Paulo nos fala de deixarmos de ser meninos, e crescermos em maturidade. 1 Coríntios 13:11

Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, pensava como menino; quando cheguei a ser homem, desisti das coisas próprias de menino.

Na igreja podemos ver que o tempo vai passando, e muitos não vão amadurecendo. Continuam com as coisas de menino, continuam com valores, desejos, pensamentos infantis quanto às questões espirituais e pior, por não conhecerem o perdão de Jesus, Ignoram  certos pecados em suas  vidas subindo para ministrar no altar ou na igreja de qualquer maneira e ainda, com a aprovação de seus líderes, que pela falta de experiência e de conhecimento do Senhor,carregam sobre sí o peso dos pecados de suas ovelhas não tratadas. Meninos esses, que brigam para tocar, cantar e aparecer na igreja. Enganados pelo orgulho, pensam que é assim o servir levítico. Pensam que Deus aceita qualquer tipo de oferta.

Tenho observado nos cultos, aos domingos, na minha igreja, o quanto lutam nossos levitas para trazez, atrair a presença de Deus para aquele local! Uma vez deia a idéia de nos consagrarmos e jejuarmos e para também avaliarmos a vida espiritual uma por uma dos que tocam e cantam e pasmem, ninguém levou a idéia pra frente.Inconformado, fui avaliar o perfil de alguns que tocam e cantam e descobri que até no meio dos Ministros havia muitos erros e falhas de caráter e descompromisso com a Palavra de Deus em suas vidas e assim mesmo, insistiam em oferecer seus sujos sacrificios.

Sou de uma igreja em células, com 50 anos de existência e 4 de Visão celular e ainda não rompemos com certas atitudes e ainda não descobrimos que Deus não aceita qualquer sacrificio, muito menos de meninos que brincam de tocar e cantar sem se importar com o Reino de Deus. Só existe um negócio de Deus na terra  que lhe interessa: Vidas!

Sei que este Blog é lido por muitas pessoas todos os dias e é por isso  que quero deixar algumas preciosas lições para nós neste texto.

Primeiro:

Se o tempo vai passando, precisamos caminhar para frente, em maturidade espiritual.

Segundo:

Se vamos crescendo, abandonando as coisas de “menino”, vamos nos aprofundando no relacionamento com o Pai.

Terceiro:

Se estamos caminhando dentro da vontade do Senhor de crescimento para nós, vamos tomando mais responsabilidades com o Reino.

No ministério de louvor, precisamos crescer sempre em algumas questões:

 

1. O QUE É SER LEVITA? Levita é o servo. Levita e todo aquele que dispõe os talentos que Deus concedeu, para o trabalho do Reino. A criança se preocupa apenas em tocar, em cantar, sobretudo nos “grandes cultos”. Se vamos nos amadurecendo, irmão, vamos entendendo a seriedade de estar no altar para cultuarmos ao Senhor.

 

2. COMO ATUA O LEVITA NA IGREJA?

Ele foi dado por Deus como substistituto dos primogênitos. De uma forma bem clara, quando nos colocamos diante da Igreja para servir com nossos dons, quando nos empreendemos na realização do culto ao Senhor, como levitas estamos substituindo uma família. Alguém que está no templo mas que não está adorando o Senhor, alguém muito necessitado, alguém oprimido e bloqueado pelo inimigo. Enquanto servimos ao Senhor cantando ou tocando, estamos elevando a Ele um culto, e ele recebe por nós e por mais alguém. Isto é maravilhoso, mas é responsabilidade também. Eu preciso estar com a minha vida diante do Senhor de forma limpa, transparente. Não posso ser “menino”, tenho que buscar seriamente, crescer com o Senhor, crescer na Palavra. Confira em Números 3:12 a 45 – 8: 16, 17, 18.

 

3. O QUE É O LOUVOR DA IGREJA?

O louvor ao Senhor é uma grande batalha. · Guerreamos contra nossa carne, para elevarmos a Ele um louvor em espírito.

· Guerreamos contra nossa alma, para não buscarmos apenas o que nos agrada, nos emociona, ou nos interessa. Precisamos buscar o que o Espírito Santo deseja que ofertemos ao Senhor.

· Guerreamos contra satanás e seus demônios, que não querem que adoremos ao Senhor. Eles trabalham intensamente para que as vidas não sejam tocadas pela unção do Espírito Santo.

 

NÃO ESTAMOS EM UMA APRESENTAÇÃO, UM SHOW. NÃO ESTAMOS REALIZANDO NOSSO HOBBY, NÃO ESTAMOS FAZENDO O QUE GOSTAMOS E SABEMOS. NO LOUVOR, ESTAMOS EM UMA GUERRA ESPIRITUAL INTENSA.

ESTA GUERRA NÃO SE VENCE GRITANDO MUITO OU DECLARANDO ALGUMAS FRASES DE IMPACTO. ESTA GUERRA SE VENCE COM A VIDA 24 HORAS POR DIA NO ALTAR DO SENHOR.

ISTO NÃO É COISA PARA “MENINOS”, PARA CRIANÇAS ESPIRITUAIS, mas para todo aquele que deseja crescer em Deus.

Minha oração, meu desejo ao escrever para você, é que todos nós possamos estar nesta caminhada de amadurecimento. Todos nós.

Meu irmão querido, não fique de fora deste projeto maravilhoso do Senhor com a Sua Igreja. Busque a Ele dia após dia. Leia mais a Palavra, ore mais, jejue. Tenha seu tempo particular de louvor e adoração ao Senhor todo dia.

 

Permita que o fruto do Espírito Santo cresça cada dia mais em sua vida.

QUANDO CRESCEMOS, PODEMOS DESFRUTAR DE COISAS MARAVILHOSAS PREPARADAS PARA OS FILHOS MADUROS, QUE FRUTIFICAM NO REINO.

GLÓRIA AO SENHOR. ISTO É PARA VOCÊ, É PARA NÓS.

 

MAC.

Igreja, louvor só de lábios não dá! Tem que fazer diferença!!!

Louvor e Adoração

Será que estamos fazendo correto?

 

Tenho observado vez após vez um  numero crescente de pessoas na PIBI, (Igreja com referência em louvor e adoração em todo o Estado,  a igreja em que congrego), com anseio enorme de cantar na plataforma, desejo esse que para muitos é maior as vezes que a própria ordenança de Jesus, para irmos e pregar o evangelho a toda a criatura. É notório que aos domingos dá um número considerado de pessoas ali contudo, muitas dessas vidas acabam não sendo cuidadas como deveriam (Não por todos, sei que muitos estão fazendo diferença, honrando a Jesus com suas vidas). Pode até não parecer mas, a maneira como adoramos ao Senhor e o buscamos influencia diretamente nas pessoas que ao redor nos observam. E o Louvor, como instrumento de atração da glória de Deus não pode ser substituido por uma mera atração ou apresentação pública. Jesus está voltando e aí cadê os meus feixes para apresentar à Ele? Onde estão as vidas? Uma alma vale mais que o mundo! Será que naquele grande dia vai valer: ” Senhor, eu cantei mais que a todos e toquei mais que a todos posso entrar em Seu reino?! ” Nem queiram saber da resposta. Mas, hoje quero deter-me num foco: O papel do Ministro ou daquele que ministra na igreja. Então leia abaixo. Caso queria ler outros artigos sobre adoração ou discipulado, procure aqui mesmo em meu Blog ou em minha HomePage Não Oficial: www.nilsonmarcos.rg3.net

 

Todo ministro de Louvor deve ter em mente o que é o verdadeiro louvor e adoração a DEUS. Não pode apenas subir ao púlpito e cantar as músicas ensaiadas, sem consciência do que está fazendo e para quem está fazendo. Assim vamos analisar isto mais de perto e começar vendo o que não é Louvor e Adoração.

 

 

O QUE O LOUVOR E ADORAÇÃO NÃO É?

 

 

·        Só Música no Culto: “Que fazer, pois, irmãos? Quando vos congregais, cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpretação. Faça-se tudo para edificação” (I Cor. 14:26).  O culto a DEUS é muito mais que só música. Muitos se prendem só a isso e quando não se tem músicos para tocar, parece que não pode haver culto. A música é apenas um instrumento que auxilia na condução do Louvor a DEUS, mas não é o principal. Existe muito mais no culto, como o texto acima nos mostra.

 

·        Momentâneo: “Em ti me tenho apoiado desde que nasci; tu és aquele que me tiraste das entranhas de minha mãe. O meu louvor será teu constantemente”. (Salmos 71:6). Muitos acham que o louvor só deve ser dado no culto de domingo à noite. Isto é um engano fatal. O verdadeiro louvor não pode se limitar a algumas horas no dia. Tem que ser algo constante, contínuo, em que a pessoa se alegre e demonstre satisfação. Infelizmente, alguns louvam por obrigação e após 2 ou 3 músicas já se sentam, pois estão “cansados”. Mas para fazer algo que lhe agrade, como por exemplo, passear ou jogar bola, acordam até às 05:00 da manhã !

 

·        Só de lábios: “…e perguntaram-lhe: Ouves o que estes estão dizendo? Respondeu-lhes Jesus: Sim; nunca lestes: Da boca de pequeninos e de criancinhas de peito tiraste perfeito louvor?” (Mat. 21:16). Há uma frase que resume a posição de muitos que dizem louvar ao SENHOR: “O período de louvor nas igrejas é o momento em que os crentes mais mentem”. Isto acontece porque cantar só de lábios não é louvor. Muitos cantam e nem prestam atenção nas letras. Cantam “Eis-me aqui SENHOR, venho me render”. Mas ao sair do culto não querem nem saber a vontade de DEUS para suas vidas. Isto é hipocrisia, mentira e farisaísmo. Devemos ser como as crianças que JESUS cita no texto acima. Puras e inocentes, sem malícia e nem jeitinho.

 

·        Triste: “Cantai alegremente a Deus, nossa fortaleza; erguei alegres vozes ao Deus de Jacó”. (Salmos 81:1). Este texto nos diz da celebração a DEUS. E celebrar não pode ser de uma maneira triste, desanimada, forçada. Ou alguém aqui já foi em alguma festa que fosse só lamentação? É claro que não! Quando dizemos festa, já vem em nossa mente alegria, satisfação e pessoas com algo em comum. Em Êxodo 5:1 DEUS diz que quer o povo no deserto para celebrar uma FESTA. Olhando para o calendário judaico vemos muitas festas: Pentecostes, dos Tabernáculos, Purim, Dedicação e outras. Isto demonstra que DEUS deseja uma adoração alegre e sincera e não algo metódico e repetitivo, quase solene.

 

 

 

  O QUE O LOUVOR E ADORAÇÃO É?

 

 

·        É bom: “Bom é render graças ao Senhor, e cantar louvores ao teu nome, ó Altíssimo”. (Salmos 92:1). É bom louvarmos a JESUS! Ter esta certeza em mente é um segredo que pode nos acompanhar pelo resto de nossas vidas. Algo que nos rejuvenesce a cada manhã, que nos dá forças e ânimo para cada dia. Quando eu era menor, acordava quase todos os dias com a minha madrasta cantando louvores. E no passar do dia via que ela tinha forças para aguentar tudo, pois dava uma atenção especial para o louvor. O ministro deve ter este hábito de louvar a DEUS em qualquer lugar, hora ou situação, para ter forças no dia a dia.

 

·        É cantar: “Cantarei a benignidade e o juízo; a ti, Senhor, cantarei” (Salmos 101:1). Já diz o ditado: “Quem canta, seus males espanta”. Ouvi uma pregação certa vez de um pastor que dizia ter conhecido uma musicoterapeuta, profissional que faz terapia com música, que tinha muito êxito com seus pacientes. Seu método era bem simples: Fazer a pessoa cantar músicas que goste. Ao cantar, cantar e cantar o paciente sai aliviado e curado de muitos traumas. Ora, se uma pessoa é curada de traumas apenas por cantar letras e músicas seculares, imaginem se alguém cantar louvores a DEUS. Esta verdade é tremenda e o ministro de louvor deve estar atento para dar esta ênfase para as pessoas no momento que ministra o louvor ou que esteja falando para alguém.

 

·        É o próprio DEUS e vem dele o verdadeiro louvor: “Ele é o teu louvor e o teu Deus, que te fez estas grandes e terríveis coisas que os teus olhos têm visto”. (Deut. 10:21). “De ti vem o meu louvor na grande congregação…” (Salmos 22:25). Esta é uma verdade que nem todos conhecem e compreendem. O louvor e adoração não é somente de nós para Ele, no sentido vertical de baixo para cima, mas também vertical de cima para baixo, isto é, DEUS também nos dá o louvor. A princípio isto soa meio estranho, pois como é que DEUS vai nos dar um louvor para louvar a ele mesmo? Mas pensando mais profundamente, entendemos que DEUS é o maior interessado em nos dar inspiração e nos ajudar a prestar o verdadeiro louvor a Ele. Assim, o Ministro de louvor precisa estar em sintonia com DEUS e buscar nEle a inspiração para compor, ministrar e falar.

 

·        É quebrantamento: “Abre, Senhor, os meus lábios, e a minha boca proclamará o teu louvor. Pois tu não te comprazes em sacrifícios; se eu te oferecesse holocaustos, tu não te deleitarias. O sacrifício aceitável a Deus é o espírito quebrantado; ao coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus” (Salmos 51:15 a 17). Se podemos dizer que DEUS tem fraquezas, esta é uma delas. DEUS não consegue desprezar ou ignorar um servo seu que esteja com um coração contrito e quebrantado. O verdadeiro louvor tem que vir de alguém que tenha humildade em se achegar até Ele e prostrar-se em reverência. Uma pessoa altiva ou orgulhosa que queira ministrar a DEUS não será correspondida por Ele, pois DEUS resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes (I Pedro 5:5).

 

·        É corporal: (II Sam. 6:14, Sl. 100:1 a 4, Sl. 47:1). Não tem base bíblica quem queira dizer que o verdadeiro louvor não pode ter palmas, gritos, júbilo e danças. Pelo contrário, vemos em diversas passagens da Bíblia pessoas dançando, pulando, celebrando, festejando com alegria ao nosso DEUS. E tudo isto com seus corpos, oferecendo a DEUS um louvor completo, não só intelectual, mas também corporal.

 

·        É um estado de espírito e não uma ação: “Bendirei ao Senhor em todo o tempo; o seu louvor estará continuamente na minha boca”. (Salmos 34:1). O louvor a DEUS deve ser contínuo na vida do Ministro de louvor. Não pode ser somente uma ação, mas um estado de espírito, um sentimento diário, algo em que se pense no dia a dia. Quando uma pessoa pratica isto, apesar de ser difícil, pode se dizer que ela tem um ministério na área da música, pois os crentes normais só lembram de louvar no culto ou quando são lembrados pela liderança.

 

Deus abençoe a todos. 

 

* Direitos Reservados ao Autor.

 

A Falsa Adoração. Ganhando espaço nas igrejas?!

Falsa Adoração

 

Amós 4 – Afasta de mim o estrépido de seus cânticos.

Qual é a adoração que Deus realmente espera de nós? Qual é o som e a canção que Ele verdadeiramente espera de nós? Será que nossos dons e talentos fazem algum barulho no trono de Deus? Será que Ele consegue ouvir canções e vozes lindas, mas corações ocos e vazios? Qual é o verdadeiro som que ecoa no céu?

Formas: barulhos, músicas, contrição, canções.

Adoração: vida, passos, escolhas, obediência, entrega, amor, perdão, compaixão. Adoração em verdade gera frutos, barulhos que refletem o que nós somos. Precisamos fazer barulhos que refletem a verdade em nós.

Deus quer que cantemos a canção do Seu coração. O salmista fazia isso. Que tipo de adoração eu e minha geração temos oferecido ao Senhor?

Amós 5:10 – A verdadeira adoração gera quebrantamento.

Deus quer a geração que acolhe o perdido, o necessitado, que tenha compaixão dos órfãos, viúvas = Ação da Adoração.

Precisamos deixar os púlpitos, largar o microfone e descer na verdadeira adoração. Sabem quais são os maiores adoradores para Deus? Talvez nem conhecemos seus nomes, porque estão nas favelas, morros, em outras nações.

É muito fácil cantarmos ao Senhor, ficamos cheios do nosso ego e ainda de brinde ganhamos exposição, mas é no lugar mais perigoso onde o diabo trava a batalha. Por isso precisamos estar firmes e inabaláveis. Onde nada corrompe, porque a minha vida não está baseada em barulhos e sim na verdade. Suba a um nível de adoração. Deseje os perdidos. Vá ao nível de responsabilidade social.

Um CD é conseqüência da sua intimidade com Deus e isso não é nada para o Senhor. O reconhecimento dos homens pode roubar o que Deus tem para você.

Líderes caindo, Sauls: é a história das outras gerações, mas Deus está levantando a geração de Samuel, de Davi, incorruptível. Uma geração que não troca sua primícia por um prato de lentilhas, que não troca sua vida de santidade por minutos de prazeres.

Deus não nos chamou somente para cantarmos música, isso já temos feito muito bem, já estamos experientes. Ele quer que estejamos em um nível maior.

Humildade X Soberba
Renúncia X Egoísmo
Simplicidade X Poder

Chega de histórias escritas por homens, Ele quer escrever a história da sua vida. Esta falsa adoração se refere a pastores que não vivem o que pregam, ministros que estão longe de fazerem o que falam. Afaste de mim a prostituição das suas ações, porque eu conheço o seu coração. Falsa adoração, Amós 5:10 ao 27: lábios lisonjeiros e bajuladores, falsidade, hipocrisia…

Só entregamos verdadeira adoração como noivas. Como prostituta, só ofereceremos a falsa adoração Oséias 2:2 ao 20: Contudo trarei a Minha glória, a Minha presença.

Oséias significa o amor de Deus pela prostituta. A igreja religiosa, é como uma prostituta que procura amantes: palco, sucesso, luxúria, dinheiro (mamon), ministério, reconhecimento, dons, talentos, gravações (venda da presença de Deus), crescimento quantitativo. Tudo e todos, que você coloca em primeiro lugar na sua vida além do Senhor, significa prostituição espiritual e isso gera pecado em sua vida.

Deus nos chamou e tem nos dado tudo, mas precisamos nos posicionar. Davi fez um censo no templo sem direção de Deus. Ficar contando quanto você já fez não vale nada para Deus. Você pode ir para qualquer lugar do mundo, se esconder na caverna, até no Hawaii, Deus te pega e continua com o propósito que Ele tem para você, Ele te levantou como um referencial. Você está marcado, não tem mais jeito. Que responsabilidade!

Em que nível você está e que tipo de adoração você tem oferecido a Deus? Superficial e muitas vezes de falsidade? O que cantamos temos que viver.

Antes de escolher cantar, escolha viver!

Artigo extraído do site www.adorando.com.br

 

%d blogueiros gostam disto: