Ame ao seu próximo como a ti mesmo!

Existem três pontos nessa ilustração que são a chave do entendimento da mesma, que são: 1. a pergunta do mestre da lei: quem é o meu próximo? 2. a pergunta do Senhor Jesus: qual dos três foi o próximo do homem assaltado? 3. a resposta do mestre da Lei: Aquele que o socorreu.

A parábola do bom samaritano:

Lucas 10:25 “Um mestre da Lei se levantou e, querendo encontrar alguma prova contra Jesus, perguntou: Mestre, o que devo fazer para conseguir a vida eterna? Jesus respondeu: O que é que as Escrituras Sagradas dizem a respeito disso? E como é que você entende o que elas dizem? O homem respondeu: Ame o Senhor, seu Deus, com todo o coração, com toda a alma, com todas as forças e com toda a mente. E ame o seu próximo como você ama a você mesmo. A sua resposta está certa! Disse Jesus: Faça isso e você viverá. Porém o mestre da Lei, querendo se desculpar, perguntou: Mas quem é o meu próximo? Jesus respondeu assim: Um homem estava descendo de Jerusalém para Jericó. No caminho alguns ladrões o assaltaram, tiraram a sua roupa, bateram nele e o deixaram quase morto. Acontece que um sacerdote estava descendo por aquele mesmo caminho. Quando viu o homem, tratou de passar pelo outro lado da estrada. Também um levita passou por ali. Olhou e também foi embora pelo outro lado da estrada. Mas, um samaritano que estava viajando por aquele caminho chegou até ali. Quando viu o homem, ficou com muita pena dele. Então chegou perto dele, limpou os seus ferimentos com azeite e vinho e em seguida os enfaixou. Depois disso, o samaritano colocou-o no seu próprio animal e o levou para uma pensão, onde cuidou dele. No dia seguinte, entregou duas moedas de prata ao dono da pensão, dizendo: Tome conta dele. Quando eu passar por aqui na volta, pagarei o que você gastar a mais com ele. Então Jesus perguntou ao mestre da Lei: Na sua opinião, qual desses três foi o próximo do homem assaltado? Aquele que o socorreu! Respondeu, o mestre da Lei. E Jesus disse: Pois vá e faça a mesma coisa.”

Existem três pontos nessa ilustração que são a chave do entendimento da mesma, que são:

1. a pergunta do mestre da lei: quem é o meu próximo?

2. a pergunta do Senhor Jesus: qual dos três foi o próximo do homem assaltado?

3. a resposta do mestre da Lei: Aquele que o socorreu.

Da mesma forma, quando servimos alguém nós nos tornamos o próximo da pessoa a quem servimos. Dessa maneira, qual a dificuldade que alguém terá para amar o seu próximo? Qual a dificuldade você teria em amar alguém que te ajudou, que se importou com você? Viu como é fácil obedecer aos mandamentos de Deus? Olhando as coisas por essa ótica torne-se amável, torne-se o próximo de alguém e ajude-o a cumprir o mandamento de Deus. Veja como essa palavra dá um golpe mortal na ingratidão. Considerando que nosso Senhor nos manda amar até mesmo os inimigos, como então se torna forte o mandamento para amar os amigos, aqueles que nos socorrem, tais como o nosso pai, mãe, o patrão, o pastor, o professor, o policial, o lixeiro, o rapaz da companhia de água, de luz, de telefone, o reporter que se dispoe a nos dar as notícias, enfim, todos aqueles que de alguma forma nos servem e fazem com que nós sejamos quem somos. Cada um deles é o nosso próximo, segundo esta parábola.

Numa abordagem espiritul, como foi que o samaritano abençoou o homem assaltado?

1. ficou com muita pena dele.
2. então chegou perto dele
3. limpou os seus ferimentos com azeite e vinho e em seguida os enfaixou. [vinho representa o Espírito Santo e òleo representa a Unção.]
4. Depois disso, o samaritano colocou-o no seu próprio animal e o levou para uma pensão, onde cuidou dele.

Portanto, meus amados, através da Presença e da Unção do Espírito Santo sobre nós vamos servir e nos tornarmos o próximo das pessoas. Elas vão nos amar por isso e, consequentemente obedecerem a palavra de Deus, o mandamento do Senhor e o Senhor se manifestará a elas, como está escrito: “Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele.” [JOÃO 14.21]

Um grande abraço e até a próxima.

Pr. Antônio Cirilo
Ministério Santa Geração

Sobre Nilson MAC Ribeiro

Eu amo Jesus! Eu e minha casa serviremos ao Senhor!

Publicado em abril 17, 2008, em Estudos do MAC e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: